Quilombolas e assentamentos têm vacinação de febre amarela intensificada no Vale do Ribeira

Está é uma ação integrada entre o Governo do Estado e municípios do Vale do Ribeira

Por Gabriel Henrique 30/01/2019 - 15:34 hs
Foto: Divulgação / Ascom PMP Petrópolis

 

Com o objetivo de imunizar e conscientizar os moradores sobre a febre amarela, os assentamentos e comunidades quilombolas do Vale do Ribeira, receberão acompanhamento especial do Centro de Vigilância Epidemilógica (CVE) estadual. De acordo com a Secretaria da Saúde, mais da metade da população não foi imunizada.

Na última terça-feira (29), durante uma reunião entre representantes da Secretaria de Estado da Saúde e Fundação Instituto de Terras do Estado de São Paulo (ITESP), foi decidido a intensificação das ações na região.

CONNTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 

A cobertura vacinal contra febre amarela é de 65%, em média em todo Estado. No Vale do Ribeira, a cobertura é de 66%. Todas essas regiões têm ações de imunização desde o início de 2018.

Uma avaliação do cenário próximo a esses locais será feita pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) estadual, que desenvolverá materiais didáticos sobre a doença e formas de prevenção. Vale ressaltar que o Centro é responsável por manter o diálogo com as lideranças para explicar as medidas a serem realizadas.

O ITESP contribuirá na criação de uma interface entre as comunidades e a Secretaria da Saúde, na organização dos encontros de planejamento, acompanhamento das atividades e resultados.