AMAR: Entidade presta suporte a famílias de autistas na região

O objetivo da associação é que o autista tenha garantido os seus direitos estabelecidos nas legislações que o ampara

Por Redação 03/04/2019 - 16:31 hs
Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal
AMAR: Entidade presta suporte a famílias de autistas na região
Caminhada do Dia da Consciêntização do Autismo no ano de 2018

 

A Associação Amigos do Autista de Registro (AMAR) conhecida antes como Associação dos Autistas do Vale do Ribeira, funcionou de 2007 a 2011, quando parou suas atividades por falta de apoio. A entidade foi fundada por pais e mães que buscavam diagnósticos e atendimentos de seus filhos autistas.

Sendo retomada em 2015, a equipe da AMAR, hoje composta por 11 pessoas na diretoria voluntária e atendendo 130 famílias, tem trabalhado em cinco frentes de trabalho: A primeira é no acolhimento de famílias, onde os voluntários dividem suas experiências e prestam suporte a famílias de autistas da região.

Lígia e sua filha, July Takahashi, de 18 anos

Vanessa e seu filho Isaac, de 5 anos

Márcia e seu filho Yan, de 4 anos

A segunda é a luta por políticas públicas. Esta frente de trabalho busca nos gabinetes políticas públicas para o autista, que inclui: diagnóstico precoce e as intervenções.

 

A terceira é a conscientização e sensibilização sobre o Autismo, onde a equipe da AMAR comparece a instituições de ensino, unidades básicas de saúde e postos de saúde da família para realizar rodas de conversas e palestras sobre o assunto. Atualmente, já foi realizado 51 rodas de conversas desde o mês de outubro de 2017. Chegando, até mesmo, há 1.200 pessoas participando.

 

Já a quarta é o fornecimento gratuito de material de Comunicação Suplementar e Alternativa (Tecnologias Assistivas) como Desenhos Roteirizados para as Rotinas de Higiene e Atividades do Cotidiano, para famílias de autistas. Todo esse material auxilia em todo o desenvolvimento do autista e facilita, inclusive, em atividades básicas dentro de casa.

Por fim, a quinta e última frente de trabalho é a formação de grupos de estudos sobre a Legislação: lei 12.764/12 (Lei Berenice Piana) e Lei 13.146/15, que é a lei brasileira de inclusão. Estas leis é de extrema importância para as famílias, já que em determinados momentos, é necessário o conhecimento da legislação para determinadas situações.

A AMAR é a única Associação de Famílias de Autistas na Região. A entidade incentiva as famílias a criarem em seus municípios entidades semelhantes. O objetivo da associação é que o autista tenha garantido os seus direitos estabelecidos nas legislações que o ampara: Diagnóstico Precoce, Terapias e Serviços de Apoio ao longo da Vida.

No último dia 2 de abril, foi celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data, estabelecida em 2007, tem por objetivo difundir informações para a população sobre o autismo e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica.

No Brasil, o Dia Mundial do Autismo é celebrado com palestras e eventos públicos que acontecem por várias cidades brasileiras. O objetivo é o mesmo em todo o lugar, ajudar a conscientizar e informar as pessoas sobre o que é o Autismo e como lidar com a condição.

Nesta data, vários pontos turísticos do país são iluminados de azul, cor que simboliza o Autismo. Na região, a AMAR está realizando A Semana da Conscientização do Autismo, onde diversas atividades estão sendo feitas em prol do mês azul. Confira toda a programação, abaixo:

 

Ainda abordando sobre o tema, a equipe do Registro Diário realizou, na última terça-feira (2), uma entrevista com 3 mães de autistas, todas da AMAR. Na entrevista, elas relataram suas histórias desde antes e após o diagnóstico. Lígia, Vanessa e Márcia contam como é o dia-a-dia de uma mãe que tem o filho autistas e todos os obstáculos que elas enfrentam. Confira a entrevista, abaixo, na íntegra: