CitVale: Centro de Inovação Tecnológica será implantado no Vale do Ribeira

Evento de lançamento do projeto aconteceu nesta terça-feira (19)

Por Redação 19/06/2019 - 13:28 hs
Foto: Divulgação

Na noite da última terça-feira (19), foi realizado o evento de lançamento do Centro de Inovação Tecnológica chega ao Vale do Ribeira – CitVale. O projeto foi idealizado pela professora do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) campus Registro, Ronise Suzuki de Oliveira, e o Diretor do campus, Walter Varella. 

“Estar apresentando este projeto do Centro de Inovação Tecnológica é uma grande satisfação para nós, foi uma jornada que já dura mais de 5 anos. É um processo de convencimento e de acreditação que o Vale do Ribeira pode ser tecnológico, então somos todos a favor da inovação”, declarou a professora Ronise Suzuki de Oliveira.

O CitVale foi desenvolvido para ter a função de incentivar e facilitar a conexão entre empresas consolidas, empreendedores e profissionais qualificados, com o objetivo de criar soluções conjuntas para demandas e problemas de organizações, através de parcerias, reduzindo custos e aumentando o retorno das soluções criadas.

De acordo com Walter Varella, o CitVale foi planejado com o objetivo de desenvolver tecnologicamente o Vale do Ribeira, com oportunidades para a atração de novos negócios, criação de empresas, geração de renda e o fortalecimento de uma economia circular.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O Centro de Inovação foi desenvolvido através de parcerias com instituições de ensino da região, apoio do poder público e da sociedade em geral. De acordo com o projeto, o objetivo é ser um Centro Integrador da Pesquisa, empresas e poder público do Vale do Ribeira, almejando ser referência em sustentabilidade do desenvolvimento socioeconômico da região, com foco no fomento da inovação tecnológica no empreendedorismo.

“O Polo de tecnologia tem importância na fixação dos talentos que são formados pelas instituições de ensino e nas diversas possibilidades de criação de novas empresas de tecnologia, além de atrair investimentos de empresas de base tecnológica”, afirmou Walter Varella. 

O Prefeito de Registro, Gilson Fantin, destacou a importância do Centro de Inovação Tecnológica no Vale do Ribeira.  “Começamos a notar que os empregos estão sofrendo um impacto fulminante! Daqui a 5 anos, muitas profissões que estão atuando hoje, não existirão mais e nós vamos precisar oferecer alternativas para a população. Este parque tecnológica foi de longe a melhor ideia que tivemos para gerar emprego e renda”, declarou.

No Centro serão criadas soluções sistemáticas em um ambiente que proporcione empresas inovadoras, o CitVale será um espaço de integração e compartilhamento de conhecimento, tecnologia e inovação criado para estimular o desenvolvimento de empresas de base tecnológica.

De acordo com o projeto, o Centro de Inovação Tecnológica será construído por instituições parceiras e gerido por recursos humanos próprios, que compõem o seu comitê gestor. Os principais parceiros locais e atores, terão cadeiras no conselho de administração e conselho fiscal do CitVale.

O local será multisetorial e incentivará inovações tecnológicas em cinco eixos principais, que representam as principais vocações de desenvolvimento no Vale do Ribeira: agropecuária, alimentos, logística, saúde e biomas, bioeconomia e turismo, além de desenvolver ações para o fortalecimento da cultura do empreendedorismo inovador.

Além disso, a instituição priorizará o desenvolvimento de tecnologias que aprimoram o uso sustentável de recursos naturais e se apoiam no uso da tecnologia da informação e das tecnologias de manufatura e automação.

O conceito arquitetônico do projeto segue parâmetros de edificações sustentáveis e terá infraestrutura individual e compartilhada, consultorias em diversas áreas, cursos e capacitações, rede de networking, apoio de captação de recursos e suporte em atividades de inovação e empreendedorismo, em uma infraestrutura que também contará com auditório, laboratório de prototipagem, praça de alimentação e midiateca.

O município de Registro foi escolhido para sediar o CitVale na região por estar em um local estratégico. O Centro será construído ao lado do Instituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia – IFSP e da Universidade Estadual de São Paulo –UNESP, possibilitando o fortalecimento futuro de uma rede de negócios e inovação entre Registro e as cidades que são referências em inovação tecnológica e desenvolvimento social e econômico, colocando o Vale do Ribeira na rota da inovação tecnológica brasileira.

Todas as instituições parceiras promovem, por meio de cursos, oficinas e treinamentos abertos à comunidade interna e externa, a formação de pessoas com foco no empreendedorismo e inovação.

Instituições parceiras: Instituto Federal – Pólo Registro, UNESP, Secretária de Desenvolvimento Econômica, Ciência e Tecnologia do Governo do Estado de São Paulo, Sesi, Senai, Consaúde, Codivar, Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), Codivar, Sebrae, Senac, Federal Invest, Unisep, Etec Centro Paula Souza – Pólo Registro, Sabesp, Delegacia Regional de Saúde e Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI).

Estavam presentes no evento os autoridades e parceiros locais do projeto, como o Prefeito Municipal de Registro, Gilson Fantin, o gerente adjunto do Sesc, Ricardo Silvestre,  Diretor do Núcleo de Inovação do Instituto Federal, Dalton Ozaki, Robert Gabriel Santos, diretor do Senac, Diretor Administrativo da Etec de Registro, Kleber Lemos, o presidente da Aciar, Daniel Muniz de Paula, presidente da Ação, Aurea Muller, presidente da Afifa, Lemos Bertoli, o Prefeito de Pedro de Toledo, Eleaze Muniz, o diretor do Senac, Carlos Alberto, secretário Municipal de Cultura, Carlos Alberto, coordenador da Unisep Luis Varguinhos, proprietário do Registro Diário, Fagner Vieira, ex-secretária Municipal de Assistência Social, Ademilda.

Historia do projeto

O projeto teve início no ano de 2015, pela Professora do IFSP, Ronise Suzuki de Oliveira e Walter Varella, Diretor do IFSP, com o objetivo de reter os talentos profissionais do Vale do Ribeira, além de desenvolver a região, gerando emprego e renda, com o conceito de desenvolvimento, aliado a ciência, tecnologia, cultura e a natureza.

Implantar uma plataforma de desenvolvimento do Vale do Ribeira tem o intuito de gerar novos negócios com foco na inovação do conhecimento, valorizando o potencial das pesquisas de negócios realizados na região e fortalecer os processos produtivos locais, por meio da inovação tecnológica.

Os idealizadores pediram apoio à Prefeitura Municipal de Registro, através do prefeito Gilson Fantin, que solicitou a primeira versão do projeto do instituto tecnológico para ser apresentado à Secretária de Desenvolvimento Econômica, Ciência e Tecnologia do Governo do Estado de São Paulo, que precisou ser ajustado para atender as demandas técnicas.

A prefeitura Municipal doou um terreno de 43 mil meros quadrados ao projeto, localizado no bairro Agrochá, ao lado do Instituto Federal de Educação, ciência e Tecnologia – IFSP e da Universidade Estadual de São Paulo –UNESP.

De acordo com Ronise Suzuki, foi feito todo o protocolo para cadastrar no sistema paulista, com estudo de viabilidade tecnoeconômica do Vale do Ribeira, com embasamento legal para justificar o desenvolvimento das empresas na região.

No fim de 2016, o projeto do Polo Tecnológico foi apresentado em uma reunião de prefeitos do Consórcio de Desenvolvimento Intermunicipal do Vale do Ribeira (Codivar) para conseguir apoio oficial do Codivar e de 23 prefeitos municipais que assinaram uma moção de apoio a iniciativa, por representar benefícios para todos os municípios da região.

Em 2017, com o objetivo de acompanhar a Viabilidade do Polo, foi criado o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação (CMCTI), aconteceu na medida em que o projeto de implantar o Polo de Inovação no Vale do Riberia avançou, possuindo representantes do IFSP, UNESP, ETEC-Registro, SENAC-Registro, SEBRAE-SP, Empresas de Base Tecnológica da região, FIESP, UNISEPE e Prefeitura Municipal de Registro.

Em 2018 foi assinado um convênio com a Secretária de Desenvolvimento Econômica, Ciência e Tecnologia do Governo do Estado de São Paulo para a liberação de um recurso no valor de R$ 200.000,000 para realizar o estudo de Mapeamento Tecnológico do Sistema Local do Polo.

Foram realizadas visitas em outros Polos Tecnológicos brasileiros, a fim de definir o perfil do Polo Tecnologia do vale do Ribeira. Os idealizadores conheceram diversos sistemas tecnológicos e o fomento de outras instituições brasileiras, valorizando a importância de incentivar a cultura do empreendedorismo inovador e criaram um próprio para a região.