Desenvolvimento de Pessoas

Foi-se a era das máquinas!

Por Luciana Calazans 11/07/2016 - 13:00 hs

Somos obrigados a perceber que pessoas não podem se “disfarçar” por muito tempo de máquinas. Afinal, se estas precisam de manutenção para funcionar satisfatoriamente e ter seu tempo de vida útil bem aproveitado, imagine nós, com toda a complexidade que envolve o Ser Humano.

Somos hoje forçados pela realidade a nos dar conta de que o Ser Humano é um Ser Sistêmico - integrado, inseparável, que existe no todo e inexiste isoladamente. Podemos sim funcionar num papel aqui, em outra função acolá; mas o Ser é o mesmo, e tudo que o envolve está conectado, não dá pra separar uma parte para ir trabalhar e trancar a outra na cômoda do seu quarto.

Uma empresa é formada por pessoas e as pessoas têm uma infinidade de realidades internas e externas interagindo todo o tempo. São elas que formam a “cara” da empresa. 

Geralmente é a dificuldade de lidar com o outro que torna tão difícil realizar planos tão perfeitamente detalhados.

Como ouvi outro dia: “gerenciar uma empresa não é algo a ser realizado com precisão científica”. Parece missão impossível, mas não é!

Buscar o desenvolvimento constante das suas competências é o grande desafio de todo profissional hoje.  E para os empreendedores e líderes então, Desenvolver Pessoas é sua missão -   promover mudanças reais, agindo como um alavancador do potencial humano. Inspirar o que cada um tem de melhor.

É óbvio que o aprimoramento técnico e tecnológico é imprescindível, não se discute a importância da qualidade do produto ou serviço, está claro os resultados atingidos pelo bom uso das ferramentas de publicidade...

Porém, profissionais despreparados quanto às habilidades interpessoais podem colocar tudo em risco, todo investimento a perder.

Por isso, cresce cada vez mais a consciência e o investimento das empresas em programas voltados ao Desenvolvimento de Competências fundamentais para o relacionamento interpessoal.

Tudo é relacionamento. Todas as etapas do processo são realizadas por pessoas. E nesta hora não importa o currículo, importa a capacidade de se relacionar com outro ser humano que está a sua frente pra fazer acontecer.

Mas é preciso ter a coragem de se reavaliar dentro de um novo conceito de sucesso. É preciso se envolver na questão e não ficar olhando de fora como se somente o mundo precisasse mudar, evoluir, aprender. Quem deseja e necessita da mudança é aquele que primeiro precisa buscar se desenvolver. É preciso ter atitude para se reinventar.

E quem não se der conta disso vai ficar pra trás na vida pessoal e profissional.

Não tem mais peso a competição desenfreada que elimina o outro, vale hoje a cooperação, a troca que soma, o compartilhamento de ideias diversas, de conhecimento, de experiência, de pesquisas, do saber, da vida.

Com certeza cada um de nós tem mais e melhor a acrescentar no mundo, basta coragem e disposição. Coragem pra se rever e disposição pra aprender mais sempre. Quem se Desenvolve movimenta, transforma e torna-se capaz de criar novos caminhos e novas formas de caminhar.

A empresa que investe no Desenvolvimento de seus profissionais se renova, se atualiza, garante o comprometimento e o preparo para superar os desafios e abrir os caminhos pro sucesso! (Confira uma outra abordagem sobre o mesmo assunto. CLIQUE AQUI)

 





 

 



Luciana Calazans 
Psicóloga (CRP 06/85520) e Coach de Desenvolvimento de Pessoas
Co-fundadora e Diretora de Projetos da Bem Viver e Desenvolver
Para acessar mais conteúdo sobre Desenvolvimento de Pessoas  acesse:  
http://www.bemviveredesenvolver.com.br/artigos.html