Biodiversidade

As Biodiversidade do Brasil

Por Ademir Biólogo 06/02/2017 - 11:00 hs
Biodiversidade
Àgua Viva- Animal Marinho que faz parte da Biodiversidade

A Biodiversidade é a variabilidade de espécies da fauna, flora, micro-organismos e ecossistemas de um determinado local. Consiste portanto, na variedade genética de organismos vivos, de espécies da fauna e da flora, de habitats, ecossistemas, entre outros elementos que constituem a vida.

.

O Brasil é o país que abriga a maior biodiversidade do mundo, estima-se que em território nacional estejam de 10% a 15% de toda a biodiversidade do planeta. Com mais de 50 mil espécies de árvores e arbustos, ocupa o primeiro lugar em biodiversidade vegetal. Nenhum outro país tem tantas variedades de orquídeas e palmeiras catalogadas. Sua flora é composta por aproximadamente 50 mil espécies diferentes, sendo que: os mamíferos totalizam 530; anfíbios, 517; aves, 1.677 espécies; os répteis somam 468; além de 1,5 milhão de insetos.

.

Entretanto, esses dados podem ser ainda maiores, pois existem milhares de espécies ainda não catalogadas no país. Entre os principais fatores responsáveis por essa variedade biológica no Brasil estão a sua extensão territorial e os diferentes climas. O território brasileiro é o quinto maior do mundo, sua área é de 8.514.876 Km2, possui grandes extensões de matas tropicais (locais que apresentam grande biodiversidade) como a floresta Amazônica, a mata Atlântica e o Pantanal.

.

São seis os tipos climáticos presentes no Brasil: Equatorial, Tropical, Tropical de Altitude, Tropical Atlântico, Subtropical e Semiárido. Essa diferenciação proporciona a adaptação de diferentes espécies, além de uma grande diversidade ecológica no território nacional.

.

No entanto, a biodiversidade do Brasil está sendo extremamente prejudicada pelas atividades econômicas. O desmatamento é um dos principais vilões, muitas espécies morrem durante as queimadas, além de serem expulsas de seus habitats naturais. Outra prática agressiva à biodiversidade é a biopirataria, reduzindo de forma significativa a fauna e flora, causando um desequilíbrio na cadeia alimentar.