Vale Fertilizantes oferece vagas em Cajati

Iniciativa apresenta oportunidades para pessoas com deficiência

Por Francine 18/10/2017 - 09:00 hs
Foto: Internet
Vale Fertilizantes oferece vagas em Cajati
Vale Fertilizantes está com vagas abertas

A Vale Fertilizantes está com inscrições abertas para o processo seletivo do primeiro semestre do Programa de Estágio 2018. Ao todo, serão oferecidas 40 vagas para estudantes do Ensino Superior e Técnico nas unidades de Cajati, Cubatão e São Paulo (SP), Araxá, Tapira, Uberaba (MG), Catalão (GO) e Rosário do Catete (SE).

Para a unidade de Cajati, que oferece vagas a quem estiver cursando o ensino técnico, há oportunidades para os alunos de Mecatrônica, Mecânica, Eletromecânica, Química, Mineração e Segurança do Trabalho. Os jovens devem ser recém-formados que não fizeram o estágio obrigatório e mantêm vínculo com a instituição educacional ou ter formação prevista entre dezembro de 2018 e abril de 2019.

Com um processo seletivo que contempla inscrições e provas on-line, triagem de currículos e entrevista, dinâmica de grupo, exames médicos e entrega de documentação, o programa é um tradicional meio de ingresso ao mercado de trabalho.

Nele, os estagiários de no mínimo 18 anos, portadores ou não de deficiência, receberão bolsa-auxílio, vale-transporte ou transporte da empresa, vale-refeição ou alimentação no local, assistência médica e seguro de vida.

“Em mais uma edição do nosso Programa de Estágio, fortalecemos nosso objetivo de contribuir para a formação prática dos estudantes, além de auxiliar no desenvolvimento de suas competências acadêmicas. Na Vale Fertilizantes, cada aluno terá o suporte necessário para viver uma experiência enriquecedora, fundamental para o seu crescimento não só profissional, mas também pessoal”, afirma a gerente de Recursos Humanos da Vale Fertilizantes, Rebeca Pittella.

Os candidatos podem se inscrever no site www.vagas.com.br/valefertilizantes , na seção Conheça nossas Vagas, entre os dias 23 de outubro e 13 de novembro.

Para todas as vagas, os candidatos devem estar matriculados em instituições de ensino reconhecidas pelo MEC (Ministério da Educação).