Denúncia de desvio de dinheiro público em Pedro de Toledo


Denúncia de desvio de dinheiro público em Pedro de Toledo

Um contador e uma funcionária do RH foram exonerados após denúncia

Por Redação 28/10/2017 - 13:19 hs

A denúncia foi feita por conselheiros do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), que fiscalizam o repasse do governo federal.

Após a denúncia a Prefeitura de Pedro de Toledo exonerou um contador e afastou uma funcionária por envolvimento no desvio de recursos destinados a educação do município.

Os conselheiros começara a questionar os repasses do FUNDEB à partir de julho de 2017. O valor repassado por ano é de aproximadamente R$ 4 milhões e 77% desse recursos deve ser usado para pagar os profissionais de educação. O repasse para o pagamento da licença prêmio dos professores foi o alvo da investigação inicial.

O esquema chegou a desviar R$ 150 mil em três parcelas de pagamento de licença prêmio aos professores. A última parcela a ser repassada foi cancelada a pedido dos conselheiros do FUNDEB. Os professores deveriam receber um total de R$ 29 mil e estava sendo pago R$ 79 mil.

Os conselheiros solicitaram as informações para conferir os repasses mas não obtiveram êxito. O caso só foi totalmente descoberto quando o prefeito de Pedro de Toledo, Eleazar Júnior, reuniu a equipe e pediu que o chefe de gabinete fosse junto com a tesoureira até o banco e contabilidade para checar os repasses e em que conta eles estariam sendo depositados.

O prefeito informou que o processo para o pagamento é feito de forma digital. O valor sai direto do RH para a contabilidade e, de lá, segue para o banco. Por isso, não assinou nenhuma documentação. A prefeitura, então, decidiu afastar uma funcionária e exonerou o contador.

Os conselheiros entregaram toda a documentação ao Ministério Público que tomarão agora as devidas providências.