Mais de 35 milhões de brasileiros sofrem com algum tipo de problema de visão

Método único no Vale do Ribeira pode corrigir principais problemas em poucos minutos

10/03/2018 - 10:00 hs

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 35 milhões de brasileiros sofrem com algum problema de visão. Esse número representa cerca de 17% da população brasileira. Ainda segundo o IBGE, mais e 500 mil brasileiros receberam o diagnóstico de cegueira.

Entre os problemas mais comuns apontados na pesquisa estão a miopia, hipermetropia, a presbiopia e o astigmatismo. Não é possível prever ou evitar o surgimento desses problemas, mas é possível evitar seu agravamento e até mesmo corrigir o erro refrativo através de cirurgia a laser. Em 97% dos casos o erro é corrigido permanentemente e o paciente não necessita mais utilizar óculos.

No Vale do Ribeira, o Hospital de Olhos de Registro, é o único com a tecnologia e profissionais capacitados para realizar este tipo de cirurgia corretiva. A cirurgia é feita por meio de um equipamento chamado Excimer Laser o que a torna rápida e precisa, permitindo o retorno às atividades sociais e profissionais em poucos dias.



Para realizar a Cirurgia Refrativa é necessário ser maior de 21 anos, estar com o grau estável por pelo menos um ano e passar por avaliação oftalmológica pré-operatória.

Procure hoje mesmo um especialista e saiba mais sobre como voltar a ter uma vida plena sem o uso de lentes corretivas. O Hospital de Olhos de Registro fica na Avenida Wild José de Souza, 242, Vila Tupy, em Registro. O telefone para contato é o (13) 3821-2421 e o e-mail é administracao@horegistro.com.br.

Conheça os cinco principais problemas de visão e seus sintomas:

MIOPIA

Considerado o erro refrativo mais comum no mundo, a miopia é uma condição que afeta a visão à distância. Por possuir um erro na refração da luz, a miopia se caracteriza pelo fato de a luz se focar antes de chegar à retina. O correto, no entanto, é que a luz seja focalizada sobre a retina, onde é recolhida e transformada em impulsos elétricos a serem transmitidos para o cérebro e interpretados como imagens. Em outras palavras, a miopia é caracterizada pela dificuldade em enxergar objetos quando estão longe, tornando a visão borrada e com as formas difíceis de serem distinguidas, mas sem afetar a nitidez de objetos próximos.

Sintomas: dificuldade em enxergar com nitidez objetos distantes, dores de cabeça, especialmente após realizar leitura, e necessidade de cerrar os olhos para combater o embaçamento.

HIPERMETROPIA

Ao contrário da miopia, a hipermetropia consiste na dificuldade de enxergar objetos próximos. Isso porque o globo ocular é menor que o normal ou há um problema na curvatura da córnea, o que faz com que a imagem seja projetada após a retina. Quanto mais próximos os objetos estão, mais borrados ficam para um paciente com hipermetropia. Os objetos distantes, portanto, permanecem com a mesma nitidez.

Sintomas: incômodo para enxergar imagens muito próximas, dores de cabeça e nos olhos e cansaço.

ASTIGMATISMO

O astigmatismo é um erro refrativo que pode atingir pessoas de todas as idades. Ele provoca uma curvatura da córnea ou do cristalino (a lente natural do olho) de forma irregular, impedindo que os raios de luz incidam sobre um mesmo ponto na retina. O resultado é uma visão embaçada, especialmente nas bordas, e a distorção de imagens. A dificuldade é percebida tanto para na tentativa de enxergar objetos próximos, quanto distantes.

Sintomas: visão borrada ou dupla, dores de cabeça, sensibilidade à luz, olhos cansados e dificuldade para ler letras pequenas.

ESTRABISMO

O estrabismo é a falta de alinhamento entre os dois olhos: ao invés de paralelos, cada olho se movimenta e direciona para um local diferente. Ele consiste em um distúrbio dos músculos oculares que, geralmente, surge na infância, devido ao movimento descoordenado dos músculos de cada olho. O estrabismo pode ser convergente (quando um dos olhos se direciona para o nariz), divergente (quando um dos olhos aponta para fora do rosto) ou vertical (quando um dos olhos está posicionado mais para cima ou para baixo), entre outros.

Sintomas: dificuldade de focar os dois olhos na mesma direção ao mesmo tempo, visão dupla e dor de cabeça.

PRESBIOPIA

Conhecida popularmente como visão cansada, a presbiopia é o problema de visão mais comum após os 40 anos de idade. Ele está relacionado ao envelhecimento natural do olho. Isso porque, com o avanço da idade, a visão tende a sofrer um desgaste que dificulta a capacidade de focar objetos e imagens próximos. Realizar leituras que antes pareciam simples sem a ajuda de um óculos torna-se cada vez mais difícil.

Sintomas: dificuldade de enxergar letras e números muito pequenos, visão borrada durante a leitura, dor de cabeça depois de atividades que envolvam a visão de perto.