Ex-morador de Registro é o maior produtor individual de banana do país e o primeiro prefeito japonês do Brasil

Yuji Yamada deixou a região após ter prejuízos com enchentes em 1983

Por Redação 05/02/2018 - 09:00 hs
Foto: Divulgação Internet
Ex-morador de Registro é o maior produtor individual de banana do país e o primeiro prefeito japonês do Brasil
Plantação de banana Fazenda Yamada

Nascido em 1947 na cidade de Hokkaido, no Japão, Yuji Yamada veio para o Brasil na década de 1950 aos 13 anos de idade com os pais e sete dos 11 irmãos onde começou a trabalhar no plantio de chá e verduras em uma pequena propriedade comprada pelo pai aqui em Registro. Hoje, Yamada é uma das maiores histórias de sucesso dos imigrantes japoneses no Brasil.

Aqui no Vale do Ribeira, Yamada investiu e empreendeu até 1983. Após ter suas terras alagadas e sofrer prejuízos com as enchentes, vendeu tudo o que tinha e saiu pelo país em busca de “terras planas de sumir de vista”, que ouviu dizer que existiam no Brasil ainda na infância no Japão.

Essas “terras planas” foram encontradas em Janaúba, norte de Minas, onde plantou, inicialmente 20 hectares de maxixe. Em seguida usou a mesma área para plantar banana prata anã, novidade na região.

(foto: Luiz Ribeiro / EM / D.A. Press)

Atualmente, Yamada é o maior produtor individual de banana do país com 2 mil hectares plantados em 20 áreas em Minas. Ainda no Norte de Minas, além dos bananais, conta com 500 hectares plantados de outras frutas (mamão, tangerina poncã, laranja, caju, seriguela, umbu e limão).

Sua produção própria é de 1,2 mil toneladas (100 caminhões) de frutas, sendo 80% banana. Sua empresa, a Brasnica, virou uma gigante do setor de frutas, comercializando 3 mil toneladas (250 caminhões) por semana possuí mais de 2 mil colaboradores.

Yuji Yamada foi eleito em 2012, o primeiro prefeito japonês do país, ao assumir o mandato que terminou em 2016, na cidade de Janaúba, Minas Gerais. Yuji foi eleito em primeiro turno com 39,46% dos votos (14.605).

Aos 71 anos de idade, Yuji Yamada, que adota a filosofia de Kazuo Inamori (origem japonesa) como método de gestão empresarial afirma que “é preciso qualidade, quantidade, eficiência na logística e pontualidade, ou seja, entregar na hora certa. Tenho a meta de todo ano aumentar um pouco a produção”, diz o empresário, que anuncia a intenção de expandir ainda mais o negócio e de fazer plantios de banana também no Mato Grosso, para eliminar as despesas com o transporte até aquele estado, já atendido por sua empresa.

Confira um breve vídeo sobre a emocionante e inspiradora história de Yuji Yamada: