Mutirão de limpeza pública precisa acontecer urgente

Situação do município é grave e alarmante

Por Redação 29/03/2018 - 15:00 hs
Foto: Divulgação
Mutirão de limpeza pública precisa acontecer urgente
Situação só se agrava por toda cidade

O vereador de Jacupiranga, Kleber Carravieri, cobrou durante a Sessão da Câmara Municipal realizada na última terça-feira (27) providências da Prefeitura Municipal, para que seja realizado em caráter de urgência um mutirão de limpeza pública, visando minimizar a quantidade de lixos, entulhos, mato e demais objetos descartáveis na cidade.

“Essa situação tem sido cobrada veementemente pela população e está preocupando a todos, com a proliferação de insetos e animais peçonhentos causadores de doenças, principalmente em épocas de combate à mosquitos transmissores de doenças como dengue, febre amarela entre outros”, destacou o vereador ressaltando que “acredito que seja um serviço básico da administração pública e que não vem sendo realizado de forma adequada e nem dada a devida atenção para a situação, que pelo que percebemos quando andamos pelas ruas da cidade, só se agrava. Nos últimos dias caminhei por alguns pontos, fiz algumas fotos e constatei, como todos podem ver, que a situação é grave e alarmante. Portanto, indiquei que esses serviços sejam agendados por bairro e com ampla divulgação, para que além da limpeza das vias públicas, os munícipes também possam juntar os objetos descartáveis para sua retirada pelo serviço de mutirão sugerido”, concluiu

Na sessão:

Durante a Sessão o vereador apresentou ainda outras duas indicações de problemas também muito recorrentes na cidade: iluminação pública, em especial na Rua Pinto Almeida, que dá acesso ao recinto da Expojac, que está completamente às escuras e também serviços de roçada e manutenção na estrada do bairro Rodeio. As demandas foram encaminhadas ao poder executivo e aguarda agora as providências da prefeita DéboraVolpini.

“Temos recebido as queixas da população, que são constantes e feitas com razão, e estamos também tentando que a situação seja, por fim, resolvida. Entendo que esse tipo de serviço é o mínimo que uma administração pública deve oferecer ao município, sem onerar os cofres públicos, portanto totalmente viável”, disse Kleber Carravieri.