Polícia Civil divulga edital para preenchimento de 1.400 vagas em todo o Estado

Salários iniciais de R$ 4.435,62

Por Redação 06/04/2018 - 09:00 hs
Foto: Fagner Vieira
Polícia Civil divulga edital para preenchimento de 1.400 vagas em todo o Estado
Concurso Polícia Civil

 

Foram publicados no Diário Oficial desta quinta-feira (5) os aguardados editais de abertura das inscrições do concurso público da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC/SP) para as carreiras de escrivão e investigador de polícia. Ao todo, a seleção visa o provimento de 1.400 vagas, sendo 70 reservadas às pessoas com deficiência. 

Do total de ofertas, 800 são destinadas ao cargo de escrivão de polícia e as outras 600 são para investigador de polícia. Interessados em concorrer a uma das vagas devem possuir diploma de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de conhecimento, carteira de habilitação na categoria “B” e ter conduta irrepreensível na vida pública e privada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A remuneração inicial dos postos de escrivão e investigador de polícia é de R$ 4.435,62, incluindo o salário de R$ 3.743,98 (correspondente à soma dos valores do salário-base e da gratificação pelo Regime Especial de Trabalho Policial - RETP) e o adicional de insalubridade de R$ 691,64.

A empresa responsável pela organização e execução do processo de seleção é a Fundação Vunesp. As inscrições deverão ser realizadas no período de 16 de abril a 15 de maio, exclusivamente pela internet, através do endereço eletrônico www.vunesp.com.br.

Será cobrada uma taxa de participação do concurso da Polícia Civil/SP 2018, no valor de R$ 84,81 para ambas as funções. O pagamento do boleto bancário deverá ser efetuado até a data limite do prazo, observado o horário de funcionamento do banco.

Provas do concurso da PC/SP 2018 para escrivão e investigador

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova preambular, de caráter eliminatório e classificatório. Constituída de 100 questões de múltipla escolha, ela será aplicada no dia 10 de junho nas cidades de Araçatuba, Bauru, Campinas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo (capital e região metropolitana), Piracicaba e Sorocaba.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para escrivão de polícia, a prova preambular contará com 36 questões de língua portuguesa, 30 de noções de direito, 16 de noções de informática e 18 de noções de criminologia, noções de lógica e atualidades.

Já para investigador de polícia serão 30 questões de língua portuguesa, 30 de noções de direito, 10 de noções de criminologia, 10 de noções de lógica, 10 de noções de informática e 10 de atualidades.

Serão convocados para a prova escrita, eliminatória e classificatória, os candidatos habilitados na prova preambular, no total de 1.200 para o cargo de escrivão e em número de duas vezes o de vagas postas em disputa para investigador.

O concurso da Polícia Civil/SP 2018 para escrivão e investigador ainda contará com as seguintes etapas: comprovação de idoneidade e conduta escorreita mediante investigação social, de caráter unicamente eliminatório; prova oral, eliminatória e classificatória; e análise de títulos, de apenas classificatória.

Atribuições dos cargos da Polícia Civil/SP

Escrivão de polícia - elaboração de registros digitais de ocorrência - RDO; termos circunstanciados; inquéritos policiais - em todas as suas formas de instauração; processos administrativos; sindicâncias; apurações e demais peças e documentos policiais, tendo ainda como atribuição a organização cartorária, sob a presidência direta do Delegado de Polícia), além das funções previstas na Portaria DGP nº 30/12 e na Lei nº 207, de 5 de janeiro de 1979 (Lei Orgânica da Polícia do Estado de São Paulo).

Investigador de polícia - realizar diligências investigatórias e de policiamento preventivo especializado; cumprir requisições escritas ou verbais atinentes ao trabalho de polícia judiciária, emanadas pela autoridade policial; cumprir mandados; elaborar documentos de polícia judiciária e relatórios circunstanciais; escoltar presos; realizar prisões e apreensões; manter a segurança de locais onde se desenvolve a atividade policial civil; atender ao público interno e externo, no desempenho da atividade policial; intervir, a qualquer tempo, em ocorrências de natureza criminal; conduzir viaturas policiais; transportar pessoas e coisas vinculadas a ocorrências policiais, conservar, manusear e empregar armas de fogo e equipamentos menos letais; portar arma de fogo e atuar em campo com possibilidade de exposição a situações de conflito armado; executar demais atos compatíveis com a atividade de polícia judiciária e administrativa.

 Com informações: https://jcconcursos.uol.com.b