Aves consideradas em extinção são encontradas vivendo em condições de maus tratos

Infrator levou multa R$ 102 mil reais

Por Redação 17/04/2018 - 14:00 hs
Foto: Divulgação / Polícia Militar Ambiental

Diversas gaiolas contendo pássaros considerados em extinção foram entradas pela Polícia Militar Ambiental na última sexta-feira (13), na Alameda Rio Grande do Sul n° 370, Balneário Redentor, na cidade de Ilha Comprida.

No total, 12 aves foram localizadas vivendo em condições de maus tratos, sem água e alimentos, entre elas: caboclinho (praticamente extinto), curió e canário.

No ato da vistoria não foi apresentado pelo proprietário qualquer documentação referente ao cadastro no órgão ambiental.  

Diante dos fatos as aves foram apreendidas pela Polícia e o proprietário foi multado em 102 mil reais.