Suspeito de dar calotes em clientes de Buffet estava foragido no Vale

O empresário, que possui 27 casos de estelionatos, foi preso pelos policiais

Por Redação 30/04/2018 - 16:00 hs
Foto: Divulgação
Suspeito de dar calotes em clientes de Buffet estava foragido no Vale
Suspeito não reagiu à prisão

Foi na cidade de Jacupiranga que o empresário Rodrigo de Moraes ficou foragido desde fevereiro deste ano na casa de parentes.

Ele é suspeito de dar calotes em clientes do Buffet que administrava em Assis (SP). De acordo com informações, o empresário firmava contratos de festas e eventos, porém não realizava o cumprido e não devolvia o dinheiro.

No total são 27 casos de estelionatos praticados na cidade de Assis.

Rodrigo de Moraes foi preso na manhã da última quinta-feira (26) durante uma ação conjunta das equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (DISE). De acordo com informações o suspeito estava trancado em um quarto, dormindo, quando foi surpreendido pelos policiais e não ofereceu resistência à prisão. Ele foi encaminhado para Assis, onde ficará detido na penitenciária da cidade.

 

Alguns casos:

Em 2016 um casal de noivos foi vítima de Rodrigo. Avisados de última hora que a festa não aconteceria, os noivos tiveram que reorganizar tudo em menos de 10 horas. O casal teria pago mais de R$ 16 mil por um serviço que nunca aconteceu.

No mesmo ano, estudantes ficaram sem o sonho da festa de formatura. Segundo informações, eles já teriam pago R$ 68 mil pelo evento, planejaram tudo durante anos, mas só souberam que a empresa não cumpria com o combinado dias antes da formatura.

Na época, o advogado da empresa justificou a falta de cumprimento dos contratos por falta de verba.