Homem é preso em Miracatu por produção de conteúdo de pornografia infantil

Como parte da Operação Luz Infância 2, cinco homens são presos na Baixada Santista e Vale do Ribeira

Por Redação 18/05/2018 - 12:13 hs

O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) realizou, na manhã da quinta-feira (17), a operação intitulada “Luz da Infância II”, com o objetivo de reprimir a exploração sexual infantil, praticada sobretudo por meios informáticos. 

A operação ocorreu em âmbito nacional, com coordenação da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e foi realizada também em outros Estados brasileiros, pelas suas respectivas Polícias Civis. 

Atualmente em sua 2ª edição, a primeira deflagração desta operação ocorreu em outubro de 2017, resultando em 108 prisões, 25 delas somente no Estado de São Paulo, bem como na apreensão de inúmeros equipamentos informáticos e eletrônicos com conteúdos de exploração sexual infantil.

Foram meses de investigações e minucioso rastreamento de transferências e compartilhamentos de arquivos com conteúdo de exploração sexual de crianças e adolescentes, a fim de que fossem obtidas as localizações exatas dos alvos.

Policias civis prenderam cinco homens nas cidades da Baixada Santista e em Miracatu. Durante o processo das ordens judiciais, a polícia civil flagrou os suspeitos com conteúdos ilícitos de pornografia infantil. Celulares e computadores foram apreendidos para a perícia. 

Quatro outros endereços que foram visitados não resultaram em flagrantes, mas os equipamentos foram apreendidos e designados para a perícia analisar o conteúdo. Se constatado crime, os responsáveis deverão ter as prisões ordenadas pela justiça. 

Mais de 250 policiais civis do Estado de São Paulo, divididos em equipes técnicas e operacionais, foram destacados na missão de cumprir 166 mandados de busca, sendo 55 deles a serem cumpridos na Capital, 40 na região metropolitana e 71 em cidades do interior paulista.