Transporte público tem reajuste da tarifa e nova concessão


Transporte público tem reajuste da tarifa e nova concessão

O reajuste da tarifa e nova concessão começarão a valer nesta sexta-feira

Por Redação 07/06/2018 - 13:00 hs

O contrato de concessão do transporte coletivo da cidade foi assinado no final do ano passado, em um processo que começou em 2015. Segundo a Prefeitura, o contrato só começaria a vigorar depois que a empresa apresentasse a frota já com dez ônibus novos. A primeira previsão era de que a operação começaria em fevereiro, data prevista para a entrega dos novos coletivos. 

No último dia 28, venceu o último prazo. O prefeito Gilson Fantin reuniu as Secretarias de Administração, Trânsito e Jurídico para discutir o não cumprimento do contrato e possíveis medidas judiciais e multas cabíveis.

“Nosso objetivo é garantir um transporte público de qualidade e vamos fazer tudo o que está ao nosso alcance para que as exigências contratuais sejam colocadas em prática”, disse o prefeito.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outro motivo para o contrato de concessão começar a valer nesta sexta-feria (8) é o vencimento do contrato emergencial. Este é operado pela própria Vale do Ribeira, termina nesta quinta, 7 de junho. Caso a Vale do Ribeira ainda não estivesse em condições de iniciar a operação de acordo com o que reza o contrato de concessão, haveria o risco de a cidade amanhecer na sexta sem transporte coletivo.

Em nota, a prefeitura não especificou o motivo da empresa ainda não ter assumido a concessão. Já pôr da parte da Vale do Ribeira, a empresa diz em seu site que vinte novos ônibus já foram adquiridos, todos Marcopolo Torino S, chassi Mercedes Benz OF1721.

Outra informação importante é o reajuste da tarifa na passagem do transporte público, segundo a  Viação Vale do Ribeira, nesta sexta-feira (8) passará de R$3,00 para R$3,10 nas linhas urbanas e, nas linhas rurais, passará a ser R$4,15. 

Em janeiro, a Prefeitura havia divulgado que a nova operadora teria seis meses para implementar as melhorias exigidas pela Prefeitura como: ampliação das rotas, visando atender 48 bairros (hoje, apenas 21 bairros atendidos); – ônibus a cada uma hora e de meia em meia hora nos horários de pico (início da manhã e final da tarde); – bilhete eletrônico, permitindo a integração entre as linhas. Neste sistema, o passageiro poderá pegar dois ônibus com o mesmo bilhete. Com esse bilhete, o morador do Capinzal, por exemplo, pode descer no Centro e pegar outro ônibus para o Serrote pagando apenas uma passagem; – controle operacional dos ônibus e rotas, com veículos equipados com GPS – será possível acompanhar a velocidade, a pontualidade e o itinerário dos veículos, além da conduta dos motoristas; – atendimento às adaptações de acessibilidade; – site com horários das linhas, disponibilização de aplicativo e informações nos pontos de ônibus.

Texto colaborativo: https://www.circularavenidas.com.br/2018/06/06/nova-concessao-comeca-a-valer-nesta-sexta-e-nova-tarifa-tambem/