Como administrar o tempo sem afetar a produtividade

O tempo é um dos fatores determinantes da produtividade, que pode gerar lucro ou despesas indesejáveis

Por Juliana Duarte Vieira 11/09/2018 - 21:00 hs
Foto: Unsplash

Ter um produto ou serviço de qualidade e manter a satisfação de colaboradores e clientes impactam diretamente nos resultados. Fazer um bom uso do tempo é um fator que deve ser levado em consideração, garantindo a tranquilidade em todos os processos dentro de uma empresa.

Se o empreendimento está seguindo um caminho de baixa produtividade mesmo utilizando o máximo do tempo disponível, alguns passos podem ser tomados.

Começando com as prioridades e aprendendo a dizer não às coisas que não são de primordial importância. Algumas coisas podem esperar, então focar apenas naquilo que é importante ajudará a enxergar o que realmente traz resultados.

Delegar tarefas faz parte da boa administração de tempo. Muitas pessoas não conseguem dividir as ações que precisam ser feitas, mas contar com uma equipe auxiliando pode gerar um resultado melhor do que resolver tudo sozinho.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE


A procrastinação é um aliado dos preguiçosos. Essa armadilha deve ser jogada fora sempre, pois ela atrapalha a produtividade em qualquer área de atuação. Nunca deixar para depois o que deve ser feito hoje é um dilema que deve ser seguido.

Com tantas tecnologias, aplicativos e softwares disponíveis, todos os empreendedores devem utilizá-los para benefício de seus empreendimentos. Desde a gestão de tempo até a administração de contas, é possível encontrar soluções tecnológicas para o negócio. Reduzindo significativamente o tempo gasto com essas questões.

Uma má administração de tempo proporcionará um caos em qualquer empresa. Acumulo desnecessário de tarefas, estresse e estagnação do empreendimento são alguns dos fatores negativos que podem ser causados caso o tempo não for levado em consideração.

Por isso, é importante prestar muita atenção em como o tempo está sendo gasto, evitando, assim, contratempos, prejuízos e descontentamento entre os funcionários.