Pós–graduandos da Unesp poderão colaborar com a graduação

Os alunos serão treinados pelo CENEPP/Unesp e o edital já foi publicado

Por Redação 14/09/2018 - 14:00 hs
Foto: Registro Diário

 

O Programa de Aperfeiçoamento e Apoio à Docência no Ensino Superior (PAADES) da Unesp, destinado à formação de pós-graduandos stricto sensu em atividade docente na graduação, foi lançado pelas Pró-Reitorias de Graduação (PROGRAD) e de Pós-Graduação (PROPG), na reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) realizada em 11/09.

O presidente do Conselho, o professor e Vice-Reitor Sérgio Nobre, destacou a importância do programa para a complementação da formação acadêmica dos alunos de pós-graduacao. Para Nobre, tais atividades contribuiram ainda para maior integração entre os alunos de graduação e pós-graduação, contribuindo para despertar o interesse dos alunos da graduação para a carreira acadêmica. O Vice-Reitor aproveitou ainda para agradecer a participação de todos os envolvidos na discussão e na aprovação da norma.

A Resolução Unesp número 18, de 29 de março de 2018, que criou programa foi aprovada na Câmara Central de Pós-Graduação (CCPG), na Câmara Central de Graduação (CCG) e no CEPE, no início do ano. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE 

“O PAADES é um programa conjunto das Pró-Reitorias de Graduação e de Pós-Graduação que vem ao encontro de um anseio antigo dos alunos de pós-graduação da Unesp que se ressentiam de não haver um programa semelhante a outras universidades aqui na Unesp. Ele é um Programa voltado à formação dos pós-graduandos, como docentes no ensino superior e que promove a integração entre os alunos de graduação e de pós-graduação”, afirmou a professora Gladis Massini-Cagliari, Pró-Reitora de Graduação.

As atividades que os alunos de pós-graduação poderão realizar se classificam em dois grupos. O “A” será para dar aulas na graduação e o “B”, para ações de apoio à docência. Para as atividades do primeiro grupo, apenas poderão se inscrever doutorandos. Já para o outro grupo, podem participar mestrandos e doutorandos. Em ambos os casos o candidato deverá ter cursado pelo menos um semestre letivo do respectivo curso. O Programa será desenvolvido em uma disciplina de graduação com até 8 horas/aula semanais. 

Os participantes do PAADES ‘’A’’ desenvolverão práticas de ensino  e de laboratório, sob a supervisão de um docente responsável ; e, dentro do limite de horas estabelecido, realizarão plantões de dúvidas e auxiliarão em atividades de aulas práticas, de exercício ou de reforço, na elaboração e na correção de listas de exercícios, provas e projetos e ainda na elaboração de material didático.

Já no PAADES B realizarão plantões de dúvidas, colaborando no planejamento da disciplina, auxiliando em aulas práticas, de exercício ou de reforço, atuando em atividades de elaboração e correção de listas de exercícios, provas e projetos e na elaboração de material didático. Deverão, também, ministrar aulas na disciplina em que atuam, sob a supervisão do docente responsável, até o limite de 20% da carga horária da disciplina.
 
O programa tem uma importância muito grande para os alunos da pós-graduação, segundo o professor João Lima Sant’Anna Neto, Pró-Reitor de Pós-Graduação, porque vai oferecer 3 possibilidades para os estudantes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE 

“A primeira é ter a experiência didática útil para o futuro. Em segundo lugar, o pós-graduando terá um certificado e, com isso, poderá colocar no currículo que tem experiência didática e comprovar quando for exigido em concurso público de instituições de ensino superior. Por último, uma parte dos alunos do PAADES “A”, de doutorandos que vão ministrar disciplinas, poderá receber um auxílio financeiro da Universidade que será muito útil para o desenvolvimento das suas teses e suas atividades de pós-graduação”, declarou Sant’Anna Neto.

Todos os alunos de mestrado e de doutorado interessados poderão participar do Programa, mas é necessário fazer o treinamento didático-pedagógico que será realizado pelo Centro de Estudos e Práticas Pedagógicas (CENEPP) da Unesp.  O Pró-Reitor de Pós-Graduação esclarece que no momento o CENEPP não tem condições de proporcionar o curso para todos de uma vez.

“A cada ano, nós vamos abrir em torno de 100 a 150 vagas, escolhendo os melhores candidatos para as disciplinas dos diversos departamentos, das várias unidades da Unesp. Acreditamos que em 3 a 4 anos, possamos atender todos os alunos da pós-graduação”,  explicitou Sant’Anna Neto.

Mais informações para inscrições no programa podem ser acessadas por meio do seguinte link:  Edital - 07/2018 - PROPG/PROGRAD