Acusado de matar mulher por um pedaço de bolo em Sete Barras tem prisão temporária decretada

Crime ocorreu no dia 15 de junho e o suspeito está foragido

Por Redação 13/07/2019 - 15:01 hs
Foto: Reprodução Internet

 

Um homem de 47 anos, acusado de matar uma mulher por um pedaço de bolo em Sete Barras tem a prisão preventiva de 30 dias decretada pela justiça. O crime ocorreu no dia 15 de junho em uma festa que acontecia na cidade.

Três dias após o crime, o homem se apresentou na Delegacia e foi liberado pois, até então, não havia mandado de prisão. Ele não tem sido mais visto e com a prisão decretada ele está como foragido da justiça. Segundo informações, a Polícia Civil está realizando buscas a fim de localizar o suspeito.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Polícia de Sete Barras e qualquer pessoa que tiver informações que possam ajudar na localização do indivíduo pode entrar em contato pelo 190 ou pelo Disque Denúncia 181.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE 

Entenda o caso:

O crime aconteceu na noite de 15 de junho (sábado), no bairro Onça Parda, em Sete Barras. Segundo apurado pelo Registro Diário, a vítima foi morta após uma discussão durante uma festa junina, quando o suspeito, de 47 anos, sacou o revólver e efetuou disparos contra a mulher após uma briga por um pedaço de bolo.

A vítima se trata de Vanderléia Inácio dos Santos, de 25 anos e, segundo apurado, a briga começou após a mulher oferecer um pedaço de bolo à esposa do suspeito, durante uma festa junina.

Após iniciar uma discussão por fazer críticas ao bolo, que foi preparado por Vanderléia, o suspeito sacou um revólver e, em seguida, saiu da festa em direção ao carro. Ainda segundo apurado, a vítima foi atrás dele e acabou sendo baleada três vezes.

Vanderléia não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. Ela deixa quatro filhos, sendo uma menina 6 anos e três meninos, um de 8, outro de 4 anos e um bebê de 10 meses. De acordo com informações oficiais, os filhos maiores viram toda a cena.