Primeiro caso de sarampo é confirmado no Vale do Ribeira

Caso foi confirmado no município de Juquiá. De acordo com a Prefeitura, medidas de bloqueio estão sendo realizas pelo município

Por Redação 05/09/2019 - 13:00 hs
Foto: Registro Diário

 

 

O Vale do Ribeira tem o primeiro caso de sarampo confirmado na região. A cidade de Juquiá registrou o primeiro caso da doença e a informação veio por meio da Vigilância Epidemiológica do município. Também há um caso suspeito e o exame está sendo realizado pelo Instituto Adolfo Lutz. O órgão aguarda o resultado oficial.

Segundo a Vigilância Epidemiológica, o caso confirmado é de uma criança de 1 ano e 7 meses, que reside na zona urbana do município. A criança é do sexo feminino e possui um histórico de deslocamento para a cidade de Sorocaba 15 dias antes do início dos sintomas.

De acordo com a Prefeitura, medidas de bloqueio estão sendo realizas pelo município. A administração pública também orienta a população a se imunizar caso tenha dúvidas se tomou ou não o número adequado de doses.

Pessoas que devem tomar a vacina:

-Crianças de 6 meses até 1 ano, dose 0, com reforço aos 12 e 15 meses;
-Pessoas de 1 a 29 anos de idade, 2 doses com intervalo mínimo de 30 dias;
-Pessoas de 30 a 59 anos de idade, apenas 1 dose;
-Pessoas de 60 anos ou mais, não precisam se vacinar.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 

 

 

Casos suspeitos em Registro

A cidade de Registro possui 17 casos suspeitos de sarampo, informou a prefeitura, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde na última quarta-feira (04). São 13 bairros com casos notificados no município e o tempo médio para o resultado da sorologia leva de 20 a 30 dias. A vacina está disponível nas salas de vacina do município.

Segundo a administração pública, os bairros com casos suspeitos são: Guaviruva, Capinzal, Jardim América, Bloco B, Ribeirão de Registro, Bloco D2, Jardim das Palmeiras, Alay Correa, Nosso Teto, Vila Fátima, Arapongal Oeste, Heiji Matsumura e Vila Ponce.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

 

Primeira morte confirmada pelo Sarampo no Estado

A Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo confirmou a primeira morte em decorrência do sarampo no dia 28 de agosto. A vítima é um homem de 42 anos que nunca havia se vacinado, segundo a pasta. Nesta faixa etária, a pessoa deve ter pelo menos uma dose da vacina.

Segundo o órgão, o indivíduo faleceu no dia 17 de agosto e tinha uma condição clínica que o deixava vulnerável a infecções. Trata-se da primeira morte confirmada por sarampo este ano no país até o momento, que teve mortes pela doença no último surto de sarampo em 1997.

Na última quinta-feira (22), o Ministério da Saúde informou que todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo o país. A ação é uma resposta imediata do Ministério da Saúde em decorrência do aumento de casos da doença em alguns estados. O objetivo é intensificar a vacinação desse público-alvo, que é mais suscetível a casos graves e óbitos.